01 de junho

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
8/02/23 às 11h33 - Atualizado em 8/02/23 às 11h40

Tubulação usada no combate a incêndios é instalada no Túnel de Taguatinga

COMPARTILHAR

A tubulação de água que compõe o sistema de combate a incêndios do Túnel de Taguatinga começou a ser instalada. São mais de 1.500 m de dutos vermelhos feitos de aço galvanizado que vão percorrer toda a extensão da passagem subterrânea, tanto no lado sul quanto no norte. O encanamento será responsável por alimentar os hidrantes que atenderão o complexo viário.

A fixação dos pesados tubos, cada um com 6 m de comprimento, será feita sob suportes metálicos presos às paredes com parabolts – peças inteiramente feitas de aço, que se assemelham a parafusos com buchas. “Esses chumbadores mecânicos são capazes de suportar grandes cargas”, explica o engenheiro mecânico Vinicius Matos, um dos responsáveis pelo serviço.

Para garantir o abastecimento dos hidrantes, instalados em intervalos de 60 m, a tubulação estará ligada a dois reservatórios localizados na sala de comando do Túnel de Taguatinga. Cada um dos tanques têm capacidade para 50 mil litros de água. “É um sistema pressurizado de combate a incêndio, robusto, que conta com duas bombas principais”, detalha Vinicius.

Além dos hidrantes, o Túnel de Taguatinga terá, ainda, sete saídas de emergência munidas de portas corta fogo. A boa qualidade do ar na passagem ficará por conta de 52 ventiladores, cada um com 1,3 m de diâmetro. A potência dos equipamentos será controlada de forma automatizada, por sensores de fumaça. Em caso de incêndio, por exemplo, a velocidade das pás aumenta o suficiente para aspirar a fumaça.

(Com Informações da Agencia Brasilia)

Mapa do site Dúvidas frequentes