27 de novembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
25/11/22 às 11h49 - Atualizado em 25/11/22 às 11h49

Lado sul do Túnel de Taguatinga tem todos os ventiladores fixados

COMPARTILHAR

Ventiladores de quase uma tonelada já ocupam toda a laje superior na metade sul do Túnel de Taguatinga. A fixação dos 22 aparelhos de exaustão na pista que vai da Avenida Elmo Serejo até a Estrada Parque Taguatinga (EPTG) foi concluída na segunda-feira (21). No dia seguinte, o serviço de instalação foi iniciado no lado oposto da passagem.

Cada ventilador pesa 930 kg; são necessárias 16 barras roscadas para fixar cada um deles à laje superior do túnel | Foto: Lucio Bernardo Jr./Agência Brasília

A metade norte do túnel será equipada com 30 ventiladores. Na pista que leva da EPTG à Elmo Serejo, os veículos  vão trafegar contra a corrente de ar natural que entra pela extremidade da passagem. “Por isso, a exaustão desse lado precisará ser mais potente”, explica o engenheiro mecânico Vinicius Matos. “Desde terça, já fixamos oito aparelhos. E pretendemos manter a média de quatro instalações por dia”.

O trabalho de fixação tem sido feito com a ajuda de uma empilhadeira, usada para erguer os ventiladores a uma altura de quase 5 m. “Os equipamentos são bastante robustos; cada um deles pesa 930 kg”, comenta Vinicius. “São necessárias 16 barras roscadas para fixar cada um deles à laje superior do túnel”.

A equipe de instalação também contou, nesta semana, com a assessoria da empresa fabricante dos ventiladores. O assistente técnico Guilherme Belatto foi enviado de Itu (SP) para conferir de perto a fixação dos aparelhos, que devem seguir a horizontal absoluta e não podem acompanhar a inclinação da laje. O profissional passou três dias na obra e aprovou o serviço que é feito no Túnel de Taguatinga.

“Todas as instalações que avaliei foram feitas de forma correta”, garante Belatto. “Aproveitei a visita para corrigir pequenas inconformidades que encontramos em alguns aparelhos. São apenas avarias estéticas, arranhões na pintura que consertamos no próprio local. Nada que comprometesse o funcionamento.”

(Com Informação da AGENCIA BRASILIA)

Mapa do site Dúvidas frequentes