11 de agosto

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
21/12/21 às 15h46 - Atualizado em 21/12/21 às 16h01

Na academia do Mestre Paulão, Bispo Renato conhece um pouco do que é a capoeira

COMPARTILHAR

Na tarde desta terça (21/12), Bispo Renato visitou a Academia do Mestre Paulão, Cia de Lutas, localizada na QSC 22, lote 16, em Taguatinga Sul.

O Administrador da cidade ensaiou alguns movimentos de capoeirista, mas, um pouco fora de forma, resolveu deixar os exercícios “para quem tem vocação e capacidade física de atleta”. 

Bispo Renato aproveitou a ocasião para conversar com moradores da área, simpatizantes e praticantes da capoeira. 

Ele trocou ideias sobre a importância histórica da capoeira no Brasil, trazida até nós pelos povos da África.

A roda de capoeira é considerada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como patrimônio imaterial brasileiro, e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) a registrou como patrimônio da humanidade.

A prática de povos africanos foi marginalizada no Brasil e chegou a ser proibida em 1890 pelo então presidente, Deodoro da Fonseca. 

A capoeira só deixou de ser criminalizada em 1937, quando foi convertida em esporte nacional. Ela foi trazida ao país pelos povos africanos escravizados no século XVI.

No Distrito Federal, o Dia do Capoeira e do Capoeirista é comemorado todo ano no dia 3 de agosto.

Mapa do site Dúvidas frequentes