06 de abril

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
4/03/20 às 9h22 - Atualizado em 4/03/20 às 9h22

Parque Elmo Serejo Farias passa por revitalização

A dona de casa Érica Pereira Leite cresceu em Taguatinga. Aos 43 anos, ela se lembra dos tempos áureos do Parque Elmo Serejo Farias, na Praça do DI, onde costumava se divertir sob a sombra das árvores, nos parquinhos e nas quadras poliesportivas. Desde 2013 sem receber intervenções, a estrutura sofre com a ação do tempo – e agora Érica comemora a revitalização que começou a ser feita pelo Governo do Distrito Federal (GDF).

“Eu me criei nesse parque”, conta. “Sempre frequentei e aproveitei as delícias de ter um lugar desses perto de casa. Era lindo, mas ficou largado por muitos anos”. Ela diz que o cenário, que antes a encantava, se deteriorou, foi tomado pelo mato alto, teve os brinquedos danificados e, assim, virou um perigo para as crianças. Diante disso, Érica deixou de levar os filhos Saymon e Bryan, de nove e dois anos, respectivamente, para brincarem.

Para reverter a situação, a Administração Regional de Taguatinga vai investir R$ 160 mil em diversos reparos. A revitalização conta com parceria de vizinhos e empresários locais. A quadra descoberta já recebeu nova pintura e terá trocadas as grades estragadas do alambrado e a tabela de basquete. O canteiro central será reformulado, com instalação de pedras portuguesas, e o mato alto já foi podado.

Os reparos

O cronograma ainda inclui nova iluminação, roçagem e capina, reformas dos banheiros, pintura e conserto de todos os equipamentos danificados do parquinho e troca da areia. Até os muros receberão arte. Servidor da administração, o grafiteiro Fernando Cordeiro, popularmente conhecido como Elom, vai colorir a pálida estrutura que cerca o parque.

“Em articulação com a sociedade e comerciantes, vamos fazer todo o trabalho de revitalização dentro das nossas condições”, detalha o administrador de Taguatinga, Geraldo César de Araújo. “Aos poucos, vamos chegar lá”. Sob coordenação do órgão, nove socioeducandos executam os serviços, em parceria com o Fundo de Amparo ao Trabalhador Preso (Funap), vinculado à Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus).

Em boa hora

A quadra coberta do parque vai receber tratamento especial. O local é polo de um Centro de Iniciação Desportiva (CID), projeto da Secretaria de Educação (SEE) que oferece gratuitamente conhecimento técnico e tático de modalidades esportivas aos alunos da rede pública. Há 15 anos, o professor Luciano Piau, 53, lidera 180 crianças e jovens de seis a 17 anos.

“Essa reforma é fundamental”, avalia. “Sei que o espaço costumava passar por manutenção, mas depois de 2013, nada foi feito aqui além de maquiagem”. Ele atribui à sorte a inexistência de qualquer registro de acidente sério nesse período em função das más condições da área. Até encontrar uma bola de futebol desaparecida no mato alto se tornou um problema.

Comunidade participa

Com objetivo de garantir uma revitalização duradoura, Luciano encabeçou uma ação de arrecadação junto à comunidade para comprar tinta especial. “A adesão dos moradores é imediata, e pensam na contrapartida do espaço e do projeto, que são de graça”, explica. A dona de casa Ana Luzia, 45 anos, vai contribuir. Ela, que cresceu na cidade, agora vê o filho de nove anos, Arthur, praticar futsal pelo programa.

“Isso aqui era a coisa mais linda do mundo”, lembra. “Revitalizar vai ser muito bom para as crianças, uma nova opção para brincarem. Vou ajudar para garantir a pintura da quadra”. Ela conta que a filha mais velha, de 23 anos, aproveitou bastante o espaço no passado. “Tomara que volte a ser como antes com esse investimento”, diz.

Com informações da Agência Brasília

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros